Enquete

Você se sente ou já se sentiu assediado moralmente no banco?

Funcionários do Bradesco fazem Dia Nacional de Luta por emprego e melhores condições de trabalho

Apesar dos altos lucros, o banco cortou 4.790 postos de trabalho nos últimos 12 meses

Bancários do Bradesco participam de mobilizações por todo o país, nesta quarta-feira (23). O Dia Nacional de Luta dos funcionários tem como principais bandeiras a defesa do emprego e melhores condições de trabalho. Apesar dos lucros exorbitantes, o banco continua a demitir e assediar moralmente os trabalhadores, com o excesso de cobranças e metas abusivas.

O Bradesco lucrou, nos primeiros nove meses deste ano, R$ 12,736 bilhões. Mesmo com ótimos números, que já incluem a incorporação do HSBC (a partir de 1 de julho), o banco cortou 4.790 postos de trabalho, nos últimos 12 meses, entre setembro do ano passado e setembro deste ano.

Incorporação HSBC

O Dia Nacional de Luta também chama a atenção para problemas relacionados à incorporação do HSBC. Após 5 milhões de contas-correntes do banco inglês terem migrado para o Bradesco, funcionários e clientes foram prejudicados. Bancários relatam jornadas de trabalho extenuantes, que passam do horário estendido durante a migração, além da forte cobrança pelo cumprimento de metas.

Após intensa mobilização e negociações com o banco, a Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Bradesco assegurou avanços importantes para os ex-funcionários do HSBC. O Bradesco voltou a cobrar os valores do plano de saúde dos aposentados anteriormente praticados pelo HSBC. Entre outras reivindicações, os bancários conseguiram manter o auxílio-educação até o final do curso de quem está matriculado. Outra conquista importante é a ampliação do crédito-consignado nos moldes do HSBC.

Mobilização

A Contraf-CUT solicita que Sindicatos e Federações enviem fotos e informações sobre o Dia Nacional de Luta dos Funcionários do Bradesco em suas bases. Em Pelotas, o Sindicato visitou as agências do Bradesco e distribuiu uma carta e um boletim sobre a defesa do Emprego e de Melhores Condições de Trabalho.

Fonte: Contraf-CUT

Tags: bradesco

Voltar