Enquete

Você se sente ou já se sentiu assediado moralmente no banco?

Santander veste a camisa de Temer

O governo Temer e o sistema financeiro estão mesmo de mãos dadas para prejudicar a população. O presidente do Santander, Sérgio Rial, fez declarações elogiando as decisões nefastas do presidente.

É claro que tudo isso tem o aval da grande mídia, que realizou a entrevista com Rial. Na conversa, o gestor do banco espanhol defendeu a atuação de Temer, a PEC 55 e a reforma da Previdência, que propõe, entre outros abusos, idade mínima de 65 anos para homens e mulheres e 49 anos de contribuição para acesso ao valor integral.

Para completar, Sérgio Rial ainda critica políticas sociais como o Fies (Fundo de Financiamento do Estudante de Ensino Superior) e o crédito rural e sugere o fim dos bancos públicos no país. "O Estado tem de se olhar e se desafiar, ver se empresas de água têm que ser controladas pelo Estado. Se bancos ainda precisam ser controlados pelos Estados".

Bem se vê que o presidente não se preocupa nem um pouco com o povo brasileiro e com os funcionários nas agências. Os bancários, inclusive, não foram citados em nenhum momento pelo banqueiro.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia

Tags: santander

Voltar