Enquete

Você se sente ou já se sentiu assediado moralmente no banco?

Fenae pede esclarecimentos sobre carteira imobiliária da Funcef

Em ofício, Fenae pede explicações sobre a situação dos investimentos da Fundação em imóveis, o desenquadramento legal e supostas irregularidades

A Fenae encaminhou ofício à Funcef, na semana passada, para solicitar esclarecimentos sobre a situação da carteira imobiliária da Fundação. Fora do limite permitido para investimentos imobiliários, a entidade terá que apresentar à Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) uma proposta para se reenquadrar.

Além disso, durante uma apresentação aberta a participantes, um diretor do fundo de pensão classificou como “dramática” a carteira imobiliária e afirmou que a Funcef tem hoje muitos imóveis sem escritura. “Não tem nem como vender”, disse.

A resolução nº 3792 do Conselho Monetário Nacional determina o limite de 8% dos ativos de investimento dos planos para o segmento imobiliário. Dados referentes a novembro indicam que a Funcef administra um patrimônio de R$ 58 bilhões enquanto sua carteira imobiliária está avaliada em R$ 5,3 bilhões, o equivalente a 9,2% do total de ativos. Na prática, a Fundação terá que colocar imóveis à venda, o que acabará acontecendo no momento em que o mercado imobiliário não está favorável. Saiba mais.

Fonte: Contraf-CUT

Voltar